sábado, 4 de setembro de 2010

Responda-me sem dizer que Jesus me ama



  
        Sinto-me entediada e cansada , pois apesar de gostar de discussões  construtivas,  em certos assuntos tem pessoas que insistem em apresentar argumentos totalmente pessoais.  O que eu quero dizer é, principalmente quando o assunto é religião, as pessoas tem que entender que quando alguém não compartilha de sua mesma crença não importa o quando você fale que 'Jesus te ama' para um ateu, ou ' Que se faça a guerra santa' para um cristão ou judeu, começando assim, a discussão não irá para frente e você não conseguirá realmente promover uma reflexão. É simples entender o porque disso, fazendo uma analogia, quando você quer que alguém entenda e realmente absorva o que você está falando, não adianta você falar 'em outra língua', chegar para um chinês e falar, em português tudo que você quer dizer. Ele não vai entender e por mais que você tente, ele pode se entediar e não querer mais ouvir, como é o meu caso em algumas vezes. Para que haja início de uma 'comunicação' se assim posso dizer, você tem que falar numa mesma língua. Em discussão sobre religião, você tem que saber lidar e falar de acordo com os argumentos e basess que a pessoa já tenha. Eu gosto muito disso, apontar contradições ou pedir explicações para certas 'teorias religiosas' sem precisar 'atacar ' e sim, tentar entender, o que incrivelmente eu nunca consegui fazer. A mesma coisa serve no contrário, VOCÊ, religioso de qualquer espécie, tem que saber lidar com o que eu acredito, se você conseguir me perguntar e achar contradições no ateísmo, e fazer com que eu reflita sobre a minha própria crença OU falta dela, eu posso mudar de opinião.. Quando alguém fala que você é isso, você não acredita e não é obrigado a realmente pensar sobre aquilo, de nada surtirá efeito, agora experimente fazer uma pessoa olhar para o que ela acredita e se questionar, e melhor, não achar respostas? aí sim, o objetivo em questão será alcançado. Sendo assim, uma introdução em termos dissertativos longa demais, chego ao real motivo dessa postagens. Me explique com argumentos plausíveis e me faça acreditar no que você acredita ou pelo menos, faça com que eu reflita sobre a minha falta de crença sem mencionar qualquer tipo de coisa que fuja desse pensamento definido acima. Desafio, sou uma pessoa que apóia a metamorfose se opiniões, não é errado mudar ao perceber um equívoco e sim permanecer na incoerência por orgulho, sabendo de suas divergências. Indagarei-os de acordo com o seu padrão de pensamento e gostaria de uma resposta igualmente lógica:
 - Como é possível existir um inferno no mesmo pensamento em que há a existência de um deus tão misericordioso e piedoso? Uma pessoa tem o direito de errar, mas tem limite para o erro para ser perdoada ? então Deus pode não te perdoar? Como pode existir um inferno, se , segundo a crença católica o diabo se revoltou contra Deus por inveja e por causa do livre arbítrio deixou-o ir, já que a inveja e todas as coisas ruins são frutos do próprio diabo. Se antes não existia diabo, como ele pode ter sido corrompido por uma coisa que nem mesmo existia quando ele se rebelou ? E se houver uma explicação, que ainda ninguém deu, porque Deus sacrificou a vida de todos os seus 'filhos' ao deixar que alguém se rebelasse? Lívre arbítrio ? que livre arbítrio tivemos quando o 'mal' já estava a solta? Como pode ser pecado' pensar de forma diferente? a culpa não é de quem pensa de outra forma e sim de quem , se existir, não dar nenhum sentido ou prova para isso. Não precisa de prova? Por que é tão difícil ter provas? Acabariam os problemas quanto a isso. Acho que pensar diferente não difere em nada se um Deus existe, pois o que pensa diferente como eu é pior do que aquele que pensa igual e faz coisas igualmente ruins. por que?
  - Se Deus se preocupa com o espiritual, que diferença faz a cor da sua roupa ou das suas unhas? que diferença faz você usar saia ou calça?  De que adianta ir na igreja e proferir palavras que você nem sequer sabe o que significa e nem tenta raciocinar sobre elas? O que adianta rezar 1982981 aves' maria se a partir da 2, vira algo automático, logo, espiritualmente sem peso? Se Deus criou tudo, quem criou Deus? porque não podemos chegar ao estado de Deus? se deus é deus, e nunca passou por nada, já que ele criou tudo, como podemos saber que ele é realmente bom? Como podemos saber se ele não criou um mundo em que tudo apontasse para a sua 'perfeição' sendo visto como certo? Um deus que quer ser exaltatado o tempo todo, não seria presunção demais? Quem disse que o que ele fez realmente foram coisas boas? Porque nao podemos chegar ao estado de 'deus' se formos 'espíritos desenvolvidos' , porque pecamos? Quem disse que Deus não pecou ? porque ele tem que ser perfeito ? se é perfeito, tem que haver um parâmetro de comparação e quem disse que esse parâmetro é o certo? quem dita o que é certo ? Por que condenam tanto a ciência ao buscar respostas? Se os dogmas são tão perfeitos, por que ter medo de ser questionado ? Por que matar uma pessoa fisicamente é julgado pior do que matar uma espiritualmente, ou psicologicamente se é a essência o importante?
- Acreditar no que eu quiser não é o lívre arbítrio ? então porque eu sou julgada por isso?
Bom, eu ficaria a noite toda fazendo perguntas e mais perguntas que eu tenho de sobre e percebam que eu tentei falar na língua na qual os questionamentos realmente sejam entendidos, posso ter questionado coisas aparentemente sem sentido nenhum para você, mas não deixa que o preconceito te impeça de pensar REALMENTE. De maneira nenhuma quis desrespeitar ou algo do tipo, espero que haja maturidade da parte de quem for responder, estou promovendo uma discussão construtiva, se não consegue argumentar, não comente ok ? 


40 comentários:

Anônimo disse...

Que idiota...
E escreve errado ainda.

Rebeca Chuffi on 5 de setembro de 2010 10:01 disse...

Não vejo nenhum erro grotesco, e mesmo que tenha, acho que não é isso que está em questão aí. Pelo menos eu estou aqui, querendo dar a minha opinião. Acho que idiotas são aqueles que atentam a detalhes idiotas quando a coisa que eles tem que prestar atenção, não dão a mínima. Enfim, se não consegue argumentar, ARGUMENTAR, não comente. Prefiro escrever algumas coisas erradas, do que não saber ler.

Beatriz Rossi on 5 de setembro de 2010 10:45 disse...

Oi Rebeca, tudo bem? Bom, li seu post todo. E tentei enviar 215487 comentários aqui, de todas as formas possíveis, mas não deu, rs. Enfim.. responder a todas essas perguntas por comentário é um pouco difícil, um tanto quanto desnecessário, pois isso daria uma grande conversa, uma vez que percebi que você gosta de bons argumentos. Por essa razão, adicionei você no orkut (Beatriz Rossi) para que eu possa, de forma simples e sem julgamentos, explicar e esclarecer suas dúvidas. Acho, como você, que realmente falta alguém que realmente conheça a Deus pra te explicar. Espero o seu contato, assim que possível, ok? Beijos!

Moara Ribeiro on 5 de setembro de 2010 15:03 disse...

Se eu não disser que Jesus te ama não terei o que dizer... não existem respostas.

Mas espero que você saiba que confrontar o jesus, QUE TE AMA, vai leva-la para o inferno, mesmo que Deus tenha te dado a liberdade de escolher e que você seja a IMAGEM E SEMELHANÇA dele.

No mais... boa sorte, porque o inferno já é destino certo ;)

linahouston on 6 de setembro de 2010 06:48 disse...

Sou católica mais também tenho essas perguntas, meio que "só acredito vendo", como se eu precisasse de uma base científica e realista para acreditar. Mais acho que pra quem consegue acreditar mesmo sem provas, se Deus existe em algum lugar, ele tá vendo o ponto que somos fiéis. Esse meu pensamento não está te julgando como errada, muito pelo contrário, acho que essa questão de religião, gera muita dúvida ainda mais na adolescência e você só está buscando as perguntas, (por mais que os outros não achem isso), mais normais da vida. As pessoas não podem ver isso como um pecado e sim, sua personalidade. Além do mais, não estamos no ano da ditadura, então se sua conclusão, seu ponto final nessa história de religião, for seguir o ateísmo, essa decisão só vai influenciar na sua vida e as pessoas não podem mudar isso. bjs

Pedro on 6 de setembro de 2010 12:29 disse...

Moara Ribeiro, pessoas como você, não deveriam existir, e se deus é tão bom assim, porqueeeeeeeeeeeeeeeeeeeee ele insiste em nos enviar as coisas que nos levarão ao inferno ? porque Jesus me ama ? Beeeeeeeeelo argumento! E ta explicado porque existe tanto preconceito, ignorância, ódio, pregação ao diabo, e toda essa merda que se vê no mundo, todos somos, na sua visão, imagem e semelhança de Jesus.

Moara Ribeiro on 6 de setembro de 2010 14:11 disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Pedro, entendo que a ironia não seja mesmo algo perceptível a todos mas, vamos com calma né meu caro. Leia e releia o que eu escrevi, devagar e sempre, em algum momento você vai compreender o que realmente disse!
A propósito... não que você precise saber mas, eu não tenho religião, não acredito em jesus e tenho tantas perguntas quanto as aqui citadas.

Jonathan on 7 de setembro de 2010 05:32 disse...

Antes de tudo sou agnostico, mas ate admiro o poder da fe na vida das pessoas. Mas tem coisa q eu tbm nao engulo: porque regras culturais acabam se incorporando as religiosas?uma religiao nao devia ser a mesma em todo lugar? entao pq rezar de chapeu aqui no brasil eh pecado e em outros lugares nao?

Um deus que quer ser exaltatado o tempo todo, não seria presunção demais?
essa foi boa!


mas o fato do homem ter criado deus nao quer dizer q ele nao exista.

@leandro on 7 de setembro de 2010 14:43 disse...

bom, eu consegui responder grande parte delas, mas não com as respostas que você deseja. Eu acho que não deve-se perguntar algo esperando uma resposta que te satisfaça por completo, uma vez que pode ser que não seja a resposta conclusiva pra você.
Não haveria como responder sobre Deus ou sobre a fé sem falar sobre eles, e você quer somente comprovações científicas; ora, existem "coisas" neste mundo que não são racionalizáveis como você tanto deseja. Matematizáveis, se preferir.
O fato de não podermos explicar como a 'psiquê' humana funciona, não significa que ela não exista. Agora, não dá para entender algo se não abrir o entendimento para tudo, levando em consideração que quando se fala de Deus se fala de TUDO. Enfim, poderia ficar anos e anos dissertando aqui, mas argumentos são palavras, e palavras o vento leva. Atenciosamente, Leandro. {:

Anônimo disse...

Se tem tempo msm hein rê...
d qualquer jeito até q tah bom o texto haha
pq n fez Jornalismo ao invés de mat?
De:Um primo seu ai.. ;)
Abração

Rebeca Chuffi on 9 de setembro de 2010 19:01 disse...

que primo ? hahah (: obg *-* Bom gente, tiveram pessoas que chegaram a me ligar só pra discutir sobre isso, e eu acho sempre legal você sair do seu mundo, dos seus pensamentos e começar a ter a curiosidade nos pensamentos alheios. A opinião não pode ser imutável, é idiotice permanecer num mesmo pensamento sabendo que ele é errôneo. Enfim, com toodas essas discussões eu percebi que não interessa qual a sua crença, ou a falta dela, e sim os seus atos, como você age em sua vida. E daí que eu sou ateia, o importante é fazer as coisas certas, ter esse entendimento. E daí se você é religioso ? Também não importa. Faça as coisas certas, que tudo dará certo, independente se é por Deus, pelo Universo, ou qualquer coisa na qual você acredite.

Ana Carolina disse...

Por que o ser humano duvida da existência de Deus? Por que ele procura encontrar uma explicação baseada na ciência pra um milagre na vida de alguém? Deus já existia na natureza. "Pergunta, por favor, [...] às criaturas aladas dos céus, e elas te informarão. A própria mão de Jeová fez isso." - Jó 12:7-9. "Pilotos estabilizam aeronaves modernas por ajustar alguns "flaps" nas asas e na cauda. Mas uma ave usa uns 48 músculus na asa e no ombro para mudar a configuração e o movimento de suas asas e penas individuais, fazendo isso várias vezes por segundo. Não é de surpreender que os projetistas de aeronave invejem as habilidades acrobáticas das aves!
Será que o "motor" de uma ave é eficiente mesmo? Uma maneira de medir a eficiência de uma aeronave é se ela consegue decolar com combustível suficiente para toda a viagem. Por exemplo, quando um Boeing 747 decolar para um voo de dez horas, aproximadamente um terço de seu peso é combustível. De modo similar, um sabiá que está migrando pode perder quase metade de seu peso corporal num voo de dez horas. Mas quando um fuselo parte do Alasca e voa em direção a Nova Zelâdia, mais da metade de seu peso corporal é gordura. Surpreendetemente, ele pode voar por umas 190 horas (oito dias) sem parar. Nenhuma aeronave comercial consegue fazer isso. Querida, basta olhar na natureza e observar os animais e plantas, e terás plena certeza da existência de Deus. OU VOCÊ ACREDITA QUE TODA ESSA BELEZA SURGIU NUMA EXPLOSÃO?

Rebeca Chuffi on 11 de setembro de 2010 12:44 disse...

Enfim. Voltando ao INÍCIO, apesar de eu já ter concluído, eu se fosse você, leria um pouco mais sobre a explosão', porque não é o que você está pensando. De verdade, pelo que você disse aí, duvido que você tenha algum conhecimento sobre o assunto, desculpa. Eu posso até criticar, mas eu li bastante sobre, ouvi muita gente, agora vir falar do big bang numa visão totalmente distorcida da coisa, é foda, faça como eu, tente entender e não só repetir o que todos os religiosos falam. bjo. ps: máquinas são totalmente diferentes , é claro que nem se comparam com a natureza, por ser biológica. Mas isso é uma questão de materiais diferentes, ou seja, não justifica.

@leandro on 11 de setembro de 2010 19:04 disse...

eu sinceramente acredito que, não dá para se falar de pedras sem ser terra. tá, eu sei, foi uma analogia imbecil, mas o que ela quer dizer é, não se pode falar de um 'Deus que te julga', um 'Deus que criou' sem falar de seu aspecto por completo. ora, como discutir de Jesus sem falar do amor d'Ele para conosco ? seria uma hipocrisia, levando em consideração que, foi por ESSE amor, que toda a história se desenvolveu.
quando se fala de Deus, não se fala de fatos. é esse realmente o mistério da fé, é você poder confiar em algo que não pode ver nem tocar, é a mais sublime confiança possível. mas Deus é essência, e não carne, gordura, ossos e cérebro. Deus é o total.
dizer que todo esse universo lindo e completo surgiu do nada, é o mesmo que dizer que um dicionário surge de uma explosão em uma tipografia. com toda caridade possível, Leandro.

Anônimo disse...

to com preguiça de ler a resposta ... =p

André C. M. disse...

Bom, só uma coisinha bem simples. Não é melhor respeitar opniões diversas ao querer impôr o cristianismo como sendo a unica forma de resposta e salvação?
Por que só seu deus existe? Isso daria margem para outros deuses, não?

"OU VOCÊ ACREDITA QUE TODA ESSA BELEZA SURGIU NUMA EXPLOSÃO?"

Desculpa, mas eu ri disso. Como uma pessoa que acredita em um ser invisivel que julga e condena as pessoas, no qual necessita ser idolatrado para realizar "milagres". Ele pode te mandar pro "inferno" mesmo você sendo uma pessoa boa, apenas o fato de você não acreditar no mesmo te levará pro "inferno", mas se você foi um assassino e no final da sua vida se "arrependeu", você irá para o "paraiso". Estranho não? Deus é bom, né?

Parem de criticar e pensem se tudo o que vocês acreditam realmente faz algum sentido.

Douglas on 20 de setembro de 2010 06:12 disse...

Não sei se meu argumento vale de muita coisa... Eu tenho minha crença acredito em algo que tu não acredita e não me sinto superior ou inferior a ti quanto a isso. É compreensível uma pessoa que raciocínia logicamente ser ateu, mas pelo pouco que conheço da tua pessoa o fato de ter ou não uma crança te faz uma pessoa má, assim também como não acho que irá para o 'inferno' por isso. O que nos define são nossas escolhas e atos, de que adianta ser religioso e não ser uma pessoa tão boa quanto se espera. Acho que esse lance de impor um conceito é falta de compreensão e argumento. Não poderia deixar de dizer que ri muito sobre a Explosão kkkk

Anônimo disse...

Percebo que és muito inteligente apesar de pouca idade. Tendes muita sabedoria, porém dos livros, falta vivência, experiências. Gostaria de poder te responder amavelmente, poder te imaginar como um ser humano muito especial, como todos o são. Vamos olhar a nossa volta, o universo, todas as coisas que há nele. Imaginemos todas elas. A natureza! O nascer do sol, a brisa ou o vento, a chuva, o verde, as flores, os pássaros, o mar, as ondas, o pássaro num belo azul do céu a voar, tudo é muito lindo não é mesmo? Como será que se dá toda essa harmonia? Quem será que é capaz de comandar tanta maravilha em tantos lugares diferentes ao mesmo tempo? Vamos agora nos retratar a uma outra circunstância, imaginemos uma concepção, a sua por exemplo. Acreditamos que seu pai e sua mãe se amavam muito, através deste "amor"(fraqueza humana, como vc comentou num outro texto)nasceu você! Sabemos como é todo o desenvolvimento de um ser dentro de um ventre materno, os cientistas já puderam comprovar como tudo acontece não é mesmo? E o espírito? a alma? como acontece? Na Bíblia diz que Deus já nos conhecia bem antes de sermos concebido. Poderia te escrever páginas e páginas para relatar a existência de Deus. Vejamos! se Ele já nos conhecia bem antes de nascermos e se somos sua imagem e semelhança, e se temos toda a natureza ao nosso favor, para nos servir, para o nosso bem... Então pode-se concluir que precisa ter a existência de um ser Superior à nós. Acredito que as suas dúvidas, normais é claro, acontecem por falta de um elo que se perdeu, que dar a impressão que nada se encaixa ou que falta aquela peça fundamental para desvendar um quebra cabeça, que precisa ser encontrado. Talvez se nos perguntássemos qual o verdadeiro sentido da vida? Para que estamos aqui, morando neste lugar, tendo esta família? Porque sofremos? Porque morremos? Acredito ser mediócre demais, achar que estamos aqui para "sermos", sermos qualquer coisa que a sociedade nos impulsiona a sermos, nos escravizando. Dando a impressão falsa de FELICIDADE. É isto que todos nós buscamos a felicidade, onde ela está? Na riqueza? os ricos continuam chorando. Nos estudos? Existe muitos Nerd por aí se matando, não encontrando o sentido da vida. Bem, sou alguém bem simples, que vivo um dia de cada vez, não tenho grandes riquezas materiais, nem emprego mais desejado do mundo, nem tenho projetos grandiosos. Gosto de observar a natureza, agradecer a cada dia que abro os olhos e sento a vida em mim. Perceber como é bom estar do lado de quem nos ama e o tanto que preciso fazer pelos que não amo, não aceito. Isto tudo são alguns fragmentos de minha vida, dentre tantos outros belíssimos que contribui na minha vivência nesta terra. Sabe pequena, um dia me senti a pior pessoa deste mundo, rejeitada, mal amada, afetiva, buscava muito o "amor" das pessoas,esse amor que você descreveu em um outro momento, tens razão, este amor é pura fraqueza. Olha a religião não é para todos, a igreja "Católica não está preocupada em colocar todos lá dentro, ela quer poucos, pouquíssimos, mas que tenha algo muito especial, a FÉ, palavra pequena e muito forte, poderosa, transformadora, capaz de realizar grandes milagres, na vida de qualquer ser humano. Você deve estar se perguntando, como adquirir esta fé? Aí será outro momento para dizer-te. Acredite, falo não da boca pra fora, mas de momentos especiais da minha vida que experimentei Cristo. Hoje, não preciso mendigar amor de ninguém, já me sinto amada e por isto posso amar o outro, como você por exemplo que não comunga das mesmas coisas que eu , nem dos mesmos pensamentos, mas perdi um pouco do meu tempo, morri, como Cristo me convida a morrer, para te dar um pouco de vida. Fique em PAZ!

Guilherme Marques on 20 de setembro de 2010 18:55 disse...

é Reh um dia mudo essa sua cabeça =/ rsrs
beijão Guii

Carol Mariani disse...

Oi Rebeca *-* li todo seu post, sou católica e confesso que te apóio totalmente, não acredito em céu e inferno tbm, justamente pela dita existência de um deus todo misericordioso, o que nao faz mesmo sentido algum ter almas pecadoras no inferno. Tbm te digo qe creio em reencarnação, provando do ditado 'aqui se faz, aqui se paga'. onde se volta para 'pagar' o qe se fez na outra vida, anterior a qual estamos. enfim chuffi, sucesso pra vc, beijos ;@

Anônimo disse...

oi rebeca,
bom,
não estou aqui para te converter a minha religião ou algo assim.
mas queria te passar um pouco da minha visão.
religião não é a mesma coisa que fé
dogmas nem sempre estão corretos
Deus nem sempre é como a gente quer
e mais uma surpresa? sou evangélica
huum
as pessoas pegam o que é real e torcem, distorcem, até se adaptar ao que elas querem. existem muitas pessoas por aí que criam as suas próprias versões de Deus. então eu te digo, fé é uma coisa MUITO pessoal. nada que você não saiba né? mas o que eu quero dizer é que nem todo mundo vai te julgar e criticar, como você aponta no texto. vão te julgar os que estão ERRADOS que não conseguem nem encontrar uma base na própria fé, e acham que vão conseguir na religião. então, por favor, tome cuidado ao generalizar ;D
há muitas igrejas tanto católicas como protestantes, como outras; que pregam a dor, o 'somos todos pecadores e só vamos ser salvos se lutarmos' mas quer mais uma surpresa? eu creio que estão erradas!
eu creio que a salvação (e agora é a minha visão, não estou pregando nem nada assim) é uma coisa simples, suave, entende?
muita coisa que o povo religioso acha que está certa não está, e vice-versa.
a Bíblia chama diferenciar essas coisas de discernimento.
espero que tenha entendido o que eu quis dizer (:
bjos, seu blog é muito interessante e você é muito boa em argumentos! tem um dom jornalístico hem? ;D

Daniel on 11 de novembro de 2010 10:50 disse...

Comentários falaciosos demais ahwhahwawhwh ai ai. Não sei qual é a sua idade, Rebeca, mas me senti feliz de ver uma menina nova, bonita e atéia. É uma coisa totalmente diferente do estereótipo que eu vejo na sociedade. Conheço tantas meninas novas como você (eu fiz 18 anos ontem, mas sou acostumado a falar "novas" lol) que quando ouvem que eu sou ateu, na hora apontam o dedo para julgar. A verdade é que no Brasil, liberdade de pensamento religioso é algo muito, muito limitado. E isso se reflete na sua familia, nos seus amigos, nos comentários aqui. Eu acho horrivel quando alguém chega comigo e diz "um dia eu vo te fazer acreditar em Deus", é uma imposição, como se eu tivesse realmente errado e fosse o "mau" da sociedade. Você, por ser tão nova, deve viver encontrando pessoas que dizem que sua atual "descrença" é fruto da juventude, da falta de experiência e que no futuro você "vai entender". É o que muitos me falam também... Mas sempre terminam discutindo comigo, porque eu não leio e busco tanto conhecimento sobre o universo, religiôes e sociedade para ser taxado de "rebelde". Você está num caminho certo, com mais conhecimento virão mais respostas e cada vez mais você vai ter um pensamento coeso, com experiência e sabedoria. Você já ter capacidade de se questionar tanto, mostra uma grande maturidade... Sendo que a maior parte da sociedade religiosa nunca se faz esses questionamentos, ou se conforma com respostas em falácias e coisas sem base na realidade.

Rebeca Chuffi on 11 de novembro de 2010 18:44 disse...

Olá, tenho 17 anos (: Isso que é coisa " de fase" e que eu ainda vou amadurecer realmente eu escuto o tempo todo. Talvez só com mais cinco ou seis anos eu seja levada a sério, infelizmente. A religião é algo bastante controverso ao meu ver, em qualquer outra coisa, quando você acredita em algo, você tem que provar que aquilo existe. Aqui, no caso, se você NÃO acredita,é você quem tem que provar que não existe. Não faz sentido, mas a tradição e cultura são impostos nesse caso, [sempre foi assim]. E aquilo que Darkins disse, todo mundo trata a religião e a crença em deus como algo superior, que não deve ser questionado ou 'desrespeitado',porém é um ponto de vista como outro qualquer, e essa é uma via de mão dupla. Novamente, uma tradição impede que haja uma discussão saudável. Mas eu realmente sonho com o dia em que as coisas possam chegar perto do equilíbrio ou utopicamente da igualdade. De onde você é?

Anônimo disse...

Sinceramente? Te acho ridícula.

Daniel on 12 de novembro de 2010 09:08 disse...

Acho ridiculo e patético quem posta comentários anonimamente, quando se tá criticando ^^ Coisa de covarde. Bem, Rebeca, eu sou de Belém, provavelmente bem longe de você. Quanto ao que você disse... Eu não considero Religião algo muito controverso, ela é em muito uma necessidade dos seres humanos desde que começamos a refletir nossos medos do desconhecido, e é algo básico da vida em sociedade: a necessidade de se unir, de criar grupos e tudo mais. O que é controverso, ao meu ver, é a crença no desconhecido como forma de perder o medo do desconhecido! Mas é a unica forma de aplacar isso, quando você não tem respostas coesas... é supor pelo caminho mais fácil, mais redentor.. é algo que a a maior parte da humanidade precisa. Mas uma parte consegue viver sem isso, mas ai que entra outras coisas que você citou na sua resposta: as imposições, a forma com que a sociedade foi construida em cima das crenças divininas, a moral e a ética e o conceito do que a maioria acha "certo". E nisso entra as diferenças, o preconceito contra os ateus. Nós divergimos da maioria, da maioria da sociedade de um país extremamente conservador quanto a religião, drogas, políticas liberais e tudo mais, e inevitavelmente vamos ser taxados de muita coisa por causa disso. Isso também não é uma questão simples.. muito já foi conseguido, mas eu não to dizendo que os ateus se fazem de vitimas, ou apelam pra isso ou algo do tipo porque, bem, eu não faço isso e a maioria das pessoas que eu conheço e são atéias/agnósticas também não.... Eu só penso que realmente, o Brasil é assim, e é dificil mudar, porque a sociedade se formou assim, não é dessa forma só aqui, e o povo ainda é muito ignorante; quanto a politica, quanto a religião... em todas as classes. Por isso que dei o exemplo de meninas como você... novas, bonitas, de boa classe, por exemplo, mas com aquele pensamento reto e cego pro resto. Coisa chata, mas que no momento, só se pode ter a esperança de mudança. Eu mesmo, Rebeca, ainda tenho certos parentes/pessoas a quem não falo que sou ateu, porque eu sei que não vou ser mais visto com bons olhos, vou sofrer preconceito, não aceitar sermões ou coisas do tipo e causar conflitos e o principal: tenho quase certeza que vão falar a coisa que eu mais odeio numa discussão, que é "você sempre quer ter razão, né?" (realmente, eu defendo muito meus argumentos, mas se ver que o outro tem coesão, eu vou aceitar hehe). Eu não me orgulho disso, uma hora eu vou acabar falando. E pra falar a verdade, nem sei porque me importo.. só pra não causar briga mesmo. Porque as pessoas que me importam de verdade, não tem problemas com isso =) De qualquer forma, bom falar com você hehe acho que falei demais. Mas se você responder, certamente respondo de volta. Avoir =)

Auridian on 16 de novembro de 2010 15:10 disse...

Moça, bom post. Você escreve de forma clara, objetiva e elegantemente.
Queria eu ter a fibra que você tem quando ainda morava com meus pais; acredito que eles devem ter a mente aberta para opiniões diferentes.

Siga em frente, e continue no caminho do bem. Pois dessa forma nem um tipo de deus vai conseguir mandar-te pro inferno.

Rebeca Chuffi on 21 de novembro de 2010 19:52 disse...

Ah, obrigada mesmo *-*.
Pois é, essa questão familiar é delicada, meus pais ainda acham que estou de brincadeira, haha. Talvez daqui a 5 ou 6 anos eu seja levada a sério, mas até lá o que importa realmente é que eu não estou me enganando, e ter essa confiança de estar buscando a sua verdade é uma das melhores sensações que eu já tive. Essa sua frase "Siga em frente, e continue no caminho do bem. Pois dessa forma nem um tipo de deus vai conseguir mandar-te pro inferno", foi muito bem colocada, confesso que se encaixa totalmente no que eu penso, fiquei até 'encucada agora" (: Não importa no que você acredita e sim como você age. Nossa, amei a frase. Que isso ! Obrigada por dar atenção a essa piralha viu ? (:

Leandro de Sousa Neto on 22 de novembro de 2010 18:33 disse...

Fico indignado quando algumas pessoas retrucam um post de conteúdo ateu escrevendo: "Você vai pro inferno", "O diabo vai te comer", coisas do tipo. Cara, isso é jeito de tentar convencer alguém? Se for uma tortura, talvez. Mas não numa discussão sensata, ainda mais se envolve o direito de livre expressão de outrem. E por base isso, na doutrina cristã, penso que o diabo deve ser do lado "Bom", logo que quem condena ao tormento eterno não é o diabo, mas sim deus. O diabo é uma vítima de deus nesse conto de fadas. É absurdo e cruel querer que alguém sofra pra sempre só porq não quis subordinar-se a alguém, o que é, ironicamente, o exercício do livre-arbítrio. Porra, você está sendo condenado por exercer algo que deus lhe deu. Meio contraditório. Doidera. Seu blog é sensacional. Parabéns. ;]

Rebeca Chuffi on 23 de novembro de 2010 15:01 disse...

Com certeza, numa discussão suas armas são argumentos bem colocados, não ameaças infundadas.
''na doutrina cristã, penso que o diabo deve ser do lado "Bom", logo que quem condena ao tormento eterno não é o diabo, mas sim deus'', muito boa colocação, muito muito boa. Acho que quando você parte de um ponto inicial,que você tem como constante porém tem muitas controvérsias e nada é compreensível. é o caso de trocar de ponto inicial, principalmente quando ele nao tem lógica nenhuma. Obrigada *-*

Leandro de Sousa Neto on 24 de novembro de 2010 09:44 disse...

Acho que o que fode totalmente com o debate é o dogmatismo religioso. Não há espaço pra flexão, pra liberdade de questionamento. Isso mina qualquer debate sensato. Como você pôs, "numa discussão suas armas são argumentos bem colocados". A educação religiosa impede que você argumente. Ela guia o pensamento apenas para a aceitação do que está sendo dito, afirmado e reafirmado durante milênios. A ideologia é tomada como única e verdadeira. Outra coisa que acho vergonhosa é a tentativa de distorcer a realidade. Lembro de uma charge que confrontava o pensamento centífico e o religioso. O primeiro pensamento era algo assim: "Aqui estão os fatos. Agora encontre as conclusões". O religioso: "Aqui estão as conclusões. Agora invente os fatos". Um argumento teológico clássico: "Vê a perfeição do mundo. Isso só pode existir porq existe um criador, divino, sobrenatural e superior". Isso é como dizer que a Terra se adaptou à natureza, e não o contrário.

Eduardo Kusma on 25 de novembro de 2010 14:40 disse...

Então aqui estão as minhas singelas respostas antes, algumas considerações...
Não se trata de uma guerra ideológica, você fez perguntas eu tento respondê-las com aquilo que sei, não tenho todas as respostas, mas espero ser util e começar daqui uma discussão legal contigo...
Ahh as respostas estão aqui no meu blog o link ta aqui...
http://140ehpouko.blogspot.com/2010/11/minhas-singelas-respostas.html

Abração e parabéns vc escreve muito bem!!

Anônimo disse...

Rebeca, prazer, me chamo Cauê, antes de mais nada quero te parabenizar pela coragem de se expressar de forma tao clara, direta e sucinta, demonstra além da necessidade natural de respostas que todo ser vivo racional deveria ter, uma maturidade rara pra essa idade, tendo dito isso, vamos ao assunto. Suas perguntas sao normais, mas dificilmente elas serao respondidas aqui, pelo simples fato de que suas respostas, além de demandarem tempo, exigirao repetidas discussoes e reflexoes sobre as mesmas. Logo, te peço encarecidamente que me adicione no msn, afim de que nós possamos discutir suas duvidas de forma tranquila e "instantanea". ^^

msn: cauemmmatos@hotmail.com

Te aguardo... =]

Te cuida!

Anônimo disse...

Quando eu tinha a sua idade ,ainda estava iludida por seres e profecias imaginárias.Gostaria de ter despertado para a realidade tão jovem quanto vc.Deuses e religiões são perda de tempo.Tempo esse que temos muito escasso.Parabéns pela lucidez.

Ateísmo:rumo à um mundo onde mitos não serão mais importantes que pessoas.

Agulha3al on 15 de dezembro de 2010 11:13 disse...

Oi linda!Fico Feliz de ter sido apresentado ao seu blog!

Gosto bastante do jeito como escrever e da coragem de deixa a cara a mostrar, divulgando suas indagações!

Lembro a alguns anos quando tive a mesma dúvida em relação ao livre arbitrio... Acredito que dificilmente você tera suas dúvidas respondidas aqui... mas sugiro que você persista nesse caminho de procurar respostas se aliando a razão! Ser um ser pensante dar trabalho, mas vale a pena!

Rafael Vian disse...

Essa Ana Carolina é tão perdida que ela não sabe que o mundo é redondo e que você pode viajar ao oeste para se chegar a nova zelandia (: o que da mais ou menso 10.000km acho que umas 12 horas de viagem (:, pensa bem antes de argumentar

akira on 25 de abril de 2011 17:27 disse...

Seu posts sao otimos Chuffi!
as vezes eu gosto de vir aqui no seu blog soh pra exercitar o cerebro xD
Espero que no futuro ainda existam religiosos revltados, pq senao eu nao vou ter de que rir nos comentarios dos seus posts ^_^

Anônimo disse...

realmente, é dificil responder sobre Deus, por isso a base do cristianismo é a fé, ¨certeza de algo que seus olhos não veem¨. eu entendo que Deus não precisa se explicar para mim, sempre que preciso oro para ele e ele me ajuda, abre portas que eu nem mesmo conhecia, em um versiculo da biblia foi dito assim ¨ainda que eu falasse a lingua dos anjos sem AMOR nada seria¨ acho que para entendermos Deus, precisamos entender primeiro o AMOR pois Jesus disse¨ame seus inimigos ore pelos que te perseguem¨
Deus não precisa de mim para defende lo ou provar sua existencia, mas ele certamente vira até vc se vc permitir.

Anônimo disse...

Se Deus tivesse permitido que todo ser humano usasse sua inteligência não haveria fé na terra; Como o ser inteligente é orgulhoso e prepotente são como deuses de si mesmo esquecendo-se de quem os criou e pondo-O a prova,cuidado queridos com Deus não se brinca nem se zomba.
Ah, só para lembrar que todo mau que há no mundo é culpa do homem mesmo ele ñ pede a Deus permissão para fazer o quer porque nem sempre o que ele quer é bom, ai vem as consequência,quem planta flores certamente colherá flores.

Anônimo disse...

Bom,se você acredita ou não em Deus Ele continuará existindo, seja qual for sua religião crença ou seita Ele continuará nos amando porque Deus não se deixa vencer em misericórdia Ele ama o pecador não ao pecado Deus precisa do homem apenas para salva-lo, seus argumentos jamais irão incomodá-lo, somos livres para fazer o bem, não teria graça em sermos manipulados como marionetes ou robôs temos o "Livre árbitro"

Claudio Elias Do Nascimento on 17 de julho de 2016 02:33 disse...

Kkkk lindo esse blogger

Postar um comentário

 

Para facilitar, me chame de ateu. Copyright © 2010 Flower Garden is Designed by José Felipe for Tadpole's Notez Flower Image by Rebeca chuffi.