.

.
“A Maioria das pessoas preferiria morrer à pensar; de fato, muitas o fazem.”

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

E se deus for psicológico ?




''Eu senti Deus'', ''Para mim ele existe, já me deu provas'', '' Você acha que alguém é possuído por 'nada' ? É claro que existe um deus e um diabo...''.
     Olá, desculpe a demora a postar, a matemática tem acabado comigo. Nunca estive tão feliz por estar tão cansada, rs. Hoje venho falar sobre uma ideia que há tempo ronda a minha mente, depois de tantos depoimentos e tantas coisas. Será possível que todos esses religiosos que realmente sentem 'deus' inventem tudo isso ?
     Pois é, partindo do ponto em que você sente o que quiser sentir. Talvez não voluntariamente, mas se você nasce em berços religiosos, seja qual ele for, você vai acreditar em deus a princípio. Se você acredita realmente em algo, o seu psicológico também acredita. Então, o cérebro que nos concede sonhos, nos engana com a visão, faz com que escutemos o que nunca foi dito, faz com vejamos o que nunca foi refletido, ache que deus exista? Claro que sim. Se você acredita no homem do saco, qualquer homem com barba+saco, será o homem do saco. Logo ? O homem do saco existe, você o viu e tem provas que viu. Porém, pense. Um homem que sempre usou barba está com uma sacola muito pesada e resolve carregar nas costas. Mas pera aí, esse não era o homem do saco ? Para quem acredita nele sim, agora se você averigua, vai atrás do tal homem, verá que por carregar um saco não significa que ele é o homem do saco e fará mal, como o homem do saco. Exemplo patético, concordo, mas seguindo essa lógica, se você acredita em deus, QUALQUER coisa que acontecer que você não pode explicar, ou melhor, que você não OLHOU nem foi atrás de fatos e ficou com a primeira impressão, vem de deus. Isso faz com que deus exista ? Não. Faz com que ele exista? Prove. Uma criança que nasce cristã, automaticamente já é condenada pelo islamismo por não compartilhar da mesma opinião. Mas, oras, a criança não escolheu onde nascer. Contradições e contradições. Mas essa tal criança nasce sendo 'atacada' com preceitos e preconceitos religiosos, ela vai pensar assim posteriormente, ela irá associar tudo com o que ela acredita, por mais que seja ilógico.Então, já que existem tantos deuses por aí, e consenso não existe entre eles, pessoas estejam TÃO convencidas de que essa é a verdade, a ponto de matar por isso, acho que deus seja psicológico.  Psicológico pois se você acredita e sempre acreditou, qualquer coisa que acontecer, sua mente e seu cérebro em vez de ser racional, vai associar automaticamente à deus. Assim como uma gravidez psicológica,  você tem todos os sintomas de que o bebê está lá. Você engorda, enjoa. Mas? Nada de bebê. Ter sintomas significa que o bebê está lá? Não. E se você acha que está ? Prove. Outro ponto é, pessoas possuídas Eu particularmente nunca vi um ateu ser possuído. Talvez apenas uma coincidência, mas eu acho que não. Você é seu cérebro, e já temos inúmeras provas de que tal órgão manipula a sua vida. Se você acredita que pode ser possuída seu psicológico pode dar condições para que você ache que isso está acontecendo e tenha os 'sintomas' sem estar, de fato, fingindo. E porque o nome de deus 'cura' ? Justamente, você acredita que exista um deus piedoso e misericordioso que não vai deixar que o tal senhor diabo tome conta de você. Sendo assim, seu cérebro sabe e novamente dá condições para o que o 'seu diabo' saia e te deixe em paz. Se você pode controlar o amor, o frio, a tristeza, essa teoria não foge da lógica. Pessoas que são 'curadas' com palavras e orações. Acho que realmente tudo gira em torno de você acreditar no que está acontecendo. Um tipo de placebo. Ali, de fato, não tem remédio algum. Você acha que tem. E mesmo assim se cura, melhora de vida.  Pessoas se olham no mesmo instante. Pessoas tem pressentimentos. Outra das minhas teorias, essa um pouco mais difícil de tragar, é que as pessoas são interligadas. Não através de deus, da oração, ou qualquer coisa do tipo. Elas podem ser interligadas através do cérebro. Muitas pessoas falam que isso é loucura, maluquice total, mas a terra não ser plana já foi maluquice total. Pode haver até outras dimensões. Pensamento é impulso elétrico,  ele pode muito bem estar interligado com outro, ou ao menos passar energia. Se conectar.  Isso explicaria algumas lacunas. Enfim, tudo é questão do que você acredita ou não, mas o que é real de fato ? O que pode ser provado, para mim é o que é real. Isso não seria um  outro tipo de fé, como muitos dizem, simplesmente porque acreditar no que não há provas que exista deveria ser o curso racional e normal das coisas. Eu não tenho fé no evolucionismo. Evidências o provam. A partir do momento que tal teoria for negada, também a negarei, pela lógica. Simples. A ciência não é psicológica, não são as sensações que o meu cérebro me dá que a provam. Provas provam. Lógica prova.  A religião nos faz acreditar que as coisas que não tem lógica são certas simplesmente por serem e ponto. Sem religião não haveria distinção do certo ou errado? Se você diz isso, de fato nunca leu a bíblia. Lá , pega-se apenas os pontos que interessam, ignorando a parte brutal da mesma, então, não é ele que nos faz discernir o bem e mal. Nunca houve guerras pró ateísmo, e pode ter certeza que eu nunca vou te bater, queimar, esfaquear em nome disso. Ateus nunca atiraram aviões contra prédios quaisquer. Ser bom ou ruim, não depende acreditar ou não em deus.O que faz com que alguém moralmente equilibrado escolha em não 'matar' um  embrião deixando de lado uma pesquisa que poderia salvar milhões de pessoas? Com certeza, apego pela vida não pode ser. Quando há várias versões de uma certa coisa, como um telefone sem fio, você passa a duvidar das origens dessa própria coisa. E se tal coisa de fato não existir? Se foi um 'mal' entendido de séculos que hoje se transformou no que é hoje? Nunca iremos saber, e aí está a diferença, a ciência é palpável e exata  Então, se deus criou tudo, qual o problema com a lógica? Um ser mais evoluído que a própria evolução do Universo' implantou' a lógica em nossas cabeças para nada? Qual o problema em ver o que está lá ?Logicamente, se fosse uma tese científica , não seria uma pergunta tão difícil assim. E você aí, será que o seu deus é psicológico? Se não, o que te faz acreditar que nascendo aqui e não no Irã, faz com o que o seu deus seja o certo? Perguntas e perguntas. Calei.








16 comentários:

Anônimo disse...

Mas deus é psicológico.As pessoas têm mania de criança: querem que coisas sejam o que não são, por teimosia.Tem de haver um deus,porque...tem de haver um deus,senão estamos todos perdidos.E,não percebemos que nunca nos "achamos",de verdade?Se tudo o que gostaríamos que existisse,assim o fosse,não estaríamos no planeta terra,e sim no paraíso.

Anônimo disse...

Porque você gasta tanta energia falando de algo que nem considera que existe? É carência?

Rebeca Chuffi disse...

Tendo em vista o nome do meu blog pressupõe-se que eu goste do assunto. Eu agosto de falar sobre deus e a crença em si porque é no mínimo interessante algo improvável ter sobrevivido por tantos anos, o mundo evolui e a religião continua dominando assim como a crença em deus. O ateísmo por ser o assunto menos falado é um tabu. Sendo um tabu a única forma de melhorar isso, que é o que eu quero, é falando sobre. Também acho que você só pode criticar alguma coisa que você conhece, criticar a crença, sabendo qual é ela, eu já fui religiosa então não digo coisas em vão. Enfim, eu gosto de falar você deus etc, assim como alguém que gosta de falar de futebol, acontece que futebol é um assunto comum. Ou seja, se não gosta de ler sobre o ateísmo e esse assuntos, o que faz num blog com esse nome? carência ?

Pedro Almeida on 14 de dezembro de 2010 15:38 disse...

ouch!

Gustavo disse...

Parabéns pelo texto !!!

Ele fica um pouco enrolado principalmente na parte das mentes interligadas, assunto que você poderia dedicar outro post para explicar melhor seu ponto de vista.

Existem estudos que provam a necessidade de várias espécies de animais ( inclusive o ser humano ) a buscar conforto/proteção ou mesmo se curvar a alguém mais 'poderoso', seja este o líder da matilha, o mais forte do bando, ou um ser imaginário que mora no céu.

Esta peculiaridade ( hábito ? ), segundo alguns especialistas, até ajudou na seleção natural, pois, por ex: em uma região desértica, se todas as fêmeas tiverem seus filhos com o macho mais adaptado a sobreviver no deserto, melhorariam as chances de sobrevivência da próxima geração.

Ou seja, deus é psicológico ? sim, porém a necessidade do homem ao criá-los também pode ser chamada de 'instintiva'. Vide que inúmeros povos tem isso em comum, cada um inventou seu próprio conjunto de deuses.

Anônimo disse...

Calmaê, e isso tudo prova que ele não existe? E o que é a existência de 'alguma coisa' afinal? ela só vai existir segundo o padrão condicionado e minúsculo do ser humano de uma realidade tão banal? E eu posso usar o pronome 'ele' já que não é um ser humano? Nossa linguagem mal comporta a idéia de deus, ainda mais quando condicionado a uma psicologia confusa...

Porque se você parar pra pensar, a ciência é como qualquer outra empresa humana cheia de falhas:as próprias observações empíricas dependem da escolha 'subjetiva' do ser humano. Afinal, do subjetivo nasceu o objetivo.

Muito legal seu blog!

Leandro de Sousa Neto on 8 de janeiro de 2011 16:40 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leandro de Sousa Neto on 8 de janeiro de 2011 16:42 disse...

Olha, a responsabilidade pela criação de deus é a empatia humana. Acho. Também creio que a dificuldade que as pessoas têm para se deligar de pessoas queridas influencia muito. A respeito da empatia, o mecanismo "divino" funciona do mesmo modo que quando alguém toma para si as dores de outrem só visto pela tv, por exemplo. As pessoas têm uma tendência natural a compartilhar o amor. A figura de deus é exatamente isso. Amor. A sensação que as pessoas afirmam ser proveniente de um divindade, não é nada mais que empatia por um amigo imaginário. É essa característica humana que reforça a ligação entre o indivíduo e deus.
O outro elemento, dificuldade de desligamento emocional, contribui decisivamente para a invenção divina, porq esta surge como uma solução para a perda de um familiar ou outro ente querido. Todos nós humanos faríamos de tudo para não perder quem amamos, interromper o ciclo natural da vida. É possível concluir que o ser superior é apenas a tentativa humana de imaginar que é certa uma dimensão em que todos estaríamos salvos pelo amor de um deus.

;]

Anônimo disse...

Porque não pode simplesmente aceitar que algumas pessoas realmente o sentem que pra elas alguma prova ele deu... e se Deus não for psicológico?
Só estou fazendo uma reflexão.
Gosto muito do seu blog, acompanho ele, interessantes suas idéias. :D

Rebeca Chuffi on 10 de janeiro de 2011 12:04 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rebeca Chuffi on 10 de janeiro de 2011 12:06 disse...

haha (> Olá !
Mas se ele não é psicológico e existe mesmo, logicamente criou a lógica tbm, porque se ele nos fez dotados desse tipo de raciocínio, qual seria o problema em segui-lo ? Por que será que quando a lógica aparece deus desaparece? Infelizmente, eu não sei. Esse é só o meu palpite (:

Jonathan on 23 de janeiro de 2011 14:47 disse...

religiosos nao podem provar q deus existe.
ateus tbm nao podem provar q ele nao existe.
conclusao: inconclusivo, agnosticos sao os mais coerentes.
mesmo q esses efeitos causados nas pessoas sejam apenas no fato delas imaginarem por fatores psicologicos da fe em deus, pode ser q ele exista, nao da forma como os religiosos acham, mas inumeras outras formas sao possiveis, e pode ser q nao exista.

e cuidado com a ciencia, algumas teorias sao aceitas pela ciencia sem nenhuma comprovacao.

Anônimo disse...

A natureza tem perfeições que mostram que é a imagem de Deus, e defeitos que mostram que é apenas a imagem.
( Blaise Pascal )

Luca Martini on 7 de abril de 2015 12:37 disse...

Tenho um blog, e me enviaram o link da sua pagina...
Eu acho você muito sincera, e isso realmente conta muito.
Acho que as pessoas acreditam naquilo que conhecem, se você não conhece uma prova de Deus, será difícil acreditar nEle, mas veja com seus próprios olhos algumas provas aqui no meu canal, youtube.com/thepowerlifestyle ...

Damásio on 3 de julho de 2016 07:38 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Damásio on 3 de julho de 2016 07:40 disse...

Estudiosos acreditam que podem haver multiversos, onde cada universo possui sua própria lógica. Como nascemos nesse universo, com sua própria/particular lógica, nosso cérebro se desenvolveu baseado nessa lógica. Deixo umas perguntas: Será que nosso cérebro tem a capacidade de compreender uma "lógica" (leis) diferente da do nosso Universo? E se Deus habitar, digamos, um universo (que seria o Céu cuja Bíblia fala) com uma lógica (ou leis) que nosso limitado cérebro não pode compreender? E aí? rsrs

Postar um comentário

 

Para facilitar, me chame de ateu. Copyright © 2010 Flower Garden is Designed by José Felipe for Tadpole's Notez Flower Image by Rebeca chuffi.